Oficiais de Justiça vão receber cursos de aperfeiçoamento profissional

 

Pilotos apoiados pelo Sindojusgo ficam entre primeiros colocados em prova automobilística, em Goiânia

 

SINDOJUSGO ANUNCIA CANCELAMENTO DA ASSEMBLÉIA GERAL DA CATEGORIA

 

Oficiais de Justiça arrecadam latas de cereal para a Vila São Cottolengo

 

Sindojusgo participa de reuniões em Brasília para tratar de assuntos estratégicos da categoria

 

Oficiais de Justiça lutam por asfalto no setor Chácaras de Recreio São Joaquim na região Norte da capital

 
 

Corte Especial do TJ-GO aprova por unanimidade identidade funcional para os oficiais de justiça

 

Governador sanciona PCS na presença da diretoria do SINDOJUSGO

 

PCS é aprovado e oficiais de justiça passam a ter identidade funcional

 
 

Deputador Karlos Cabral emite parecer favorável aos servidores do judiciário, mas deputado Francisco Oliveira pede vistas do PCS

 

Sindojusgo participa de reunião da CSB

 

TJ aprova PCS e Sindojusgo acompanha corrida para aprovação na Assembléia Legislativa

 

SINDOJUSGO dá diretrizes de como atender o oficial de justiça e agilizar o acesso da justiça nos condomínios

 

Sindojusgo prestigia entrega de Título de Cidadania ao deputado Carlos Kabral

 

Sindojusgo apoia greve de oficiais de justiça no DF

 

No dia da mulher Sindojusgo reforça a importância das mulheres para a categoria

 

Oficial de Justiça vai competir na Liga Goiana de Voleibol

 

Sindojusgo e TRE negociam parceria para cumprimento de mandados eleitorais

 

Sindojusgo repudia atos de violência contra oficiais de justiça

 
 

Oficiais de Justiça participam de operação que combate a sonegação fiscal em Goiânia

 

Sindojusgo vai ao vice-governador para que benefícios fiscais sejam mantido

 
 
 

Zoneamento chega à comarca de Trindade

 

Oficiais de Justiça de Goiás acompanham tramitação de projeto que beneficia categoria

 

Representantes dos Oficiais de Justiça lutam pela aprovação da PEC 414

 

Oficiais de Justica de Goiás participam de Assembléia Geral Conjunta no Tocantins

 

Sindicato visita as comarcas de Jaraguá e Goianésia

 

Sindojus-GO cobra agilidade no PCS

 

PLC que concede porte de armas e PEC que regulamenta profissão de Oficiais de Justiça serão votados na próxima semana

 

Sindojus-GO visita comarca de Inhumas-GO

 

Sindojusgo se reúne com delegado-geral da Polícia Civil

 

Uso de aplicativos acelera o trabalho dos Oficiais de Justiça em Goiás

 

Luta de sindicatos garante direito dos servidores do judiciário goiano

 

SINDOJUSGO presta homenagem a Manoel Dias

 
 

MOÇÃO DE APLAUSO pelo Dia do Oficial de Justiça

 

Encontro de Oficiais de Justiça reúne presidente do TJ-GO, deputados, juízes de direito e servidores em Goiânia

 

Diretoria do Sindojusgo pede apoio ao deputado estadual Karlos Cabral

 

                  

 
 

Participe do I Encontro Estadual de Oficiais de Justiça

 

Oficiais de Justiça querem curso para melhorar o sistema de avaliação

 

Oficiais de Justiça querem a aprovação da PEC 414

 

Sindicato cobra agilidade na criação do Fundo para a antecipação das locomoções

 

Projeto que beneficia servidores do judiciário é aprovado pela Comissão Mista da Alego

 

Presidente do SINDOJUSGO faz parte de comitiva nacional que se reúne em Brasília

 

Oficiais de Justiça alertam para falta de segurança no entorno de Brasília.

 

Jornalista é condenado a pagar indenização por danos morais a Oficial de Justiça

 

Reunião do SINDOJUS-GO na comarca de Anápolis

 

Comarca de Goiatuba e Itumbiara recebem visita da diretoria do SINDOJUS-GO

 

SINDOJUS-GO

Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores do Estado de Goiás

NOTÍCIAS

Últimas Notícias do Sindicato.

Sindojusgo recorre ao CNJ para impedir extinção de cargos efetivos

By | Notícias SINDOJUSGO | No Comments

Sindojusgo recorre ao CNJ para impedir extinção de cargos efetivos Vamos recorrer ao CNJ para tentar impedir a extinção dos cargos efetivos do TJ-GO. O projeto enviado à Assembléia Legislativo vai na contramão do que temos negociado com o TJ-GO. O projeto prevê a criação de novas Varas e a extinção de 402 cargos efetivos, incluindo 34 vagas de oficial de justiça. Estão aumentando a sobrecarga de trabalho e diminuindo a mão de obra. Queremos saber qual critério foi utilizado para pedir a extinção dos cargos. Existem comarcas que o oficial de justiça tem cumprido mais de 300 mandados por mês, Um absurdo!!! Leia matéria na íntegra no Jornal O Popular.

Leia Mais

TRF1 reconhece atividade de risco e determina expedição de porte de arma para oficial de Justiça do Maranhão

By | Notícias SINDOJUSGO | No Comments

O Tribunal Regional da 1ª Região (TRF1) reconheceu que os oficiais de Justiça exercem atividade de risco, conforme previsto no Estatuto do Desarmamento, e determinou ao Superintendente da Policia Federal no Maranhão que conceda ao oficial de Justiça Igor Alves Bacelar, vinculado ao Tribunal de Justiça do Maranhão, o porte de arma de fogo para defesa pessoal. A decisão unânime é da Sexta Turma e reformou sentença de primeira instância que denegou a ordem. Entenda o caso.  Igor Alves Bacelar interpôs mandado de segurança contra ato do Superintendente Regional da Polícia Federal do Estado do Maranhão que em decisão administrativa negou seu pedido de porte de arma de fogo. A autoridade administrativa chegou a reconhecer que os oficiais de Justiça exercem atividade de risco e que o requerente havia preenchido todos os requisitos formais da lei para obter o porte de arma. Entretanto, estabeleceu novos critérios subjetivos e declarou que mesmo preenchendo os requisitos legais e os novos critérios por ele estabelecidos, a decisão seria somente da autoridade concedente. O mandado de segurança foi denegado em primeira instância e o oficial de Justiça recorreu ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília. Segundo o relator do caso…

Leia Mais

SINDOJUSGO requer suspensão do provimento 21/2018 e a nomeação dos concursados

By | Notícias SINDOJUSGO | No Comments

O Sindicato dos Oficiais de Justiça de Goiás protocolou na última terça-feira (04/07) um recurso questionando o provimento 21/2018 publicado pela Corregedoria Geral da Justiça em junho desse ano. Por meio do recurso, a categoria está questionando sobre a contratação de oficiais de justiça “ad hoc” e requerendo a nomeação de concursados. O documento será enviado ao presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, Desembargador Gilberto Marques e logo depois à apreciação da Corte Especial. No pedido, protocolado com número 38.131, o SINDOJUSGO questionou o 2º parágrafo do provimento, onde diz que “não poderá haver designação de oficial de justiça ad hoc de quem não seja servidor do Poder Judiciário ou não esteja à disposição formal deste poder”. Segundo o presidente do sindicato, Moizés Bento, o texto permite que qualquer outro servidor de outros poderes ou mesmo que não sejam efetivos, possam a assumir o cargo de oficial ad hoc, o que seria inconstitucional. O sindicato também alega a ilegalidade quanto ao 3º parágrafo do provimento, que diz que: “aplica ao oficial de justiça ad hoc, nomeado nos termos do parágrafo anterior, as mesmas regras previstas para o ressarcimento do Oficial de Justiça de carreira, inclusive no que diz respeito…

Leia Mais

Conheça o Sindicato

Aniversariante(s) do Dia

Arthur de Brito Lemos